‘Ódio do Bem’, colunista da Folha e a torcida para morte de Bolsonaro

Em coluna publicada na internet, Hélio Schwartsman disse torcer para que o quadro de Covid-19 do presidente se agrave

Nesta terça-feira (7), o presidente Jair Bolsonaro confirmou que está infectado com Covid-19, o que gerou manifestações de apoiadores e também de opositores. E uma das pessoas que falou sobre o resultado foi o colunista Hélio Schwartsman, do jornal Folha de S.Paulo, que disse estar torcendo pela morte de Bolsonaro.

A publicação se espalhou pelas redes sociais e gerou inúmeras críticas ao posicionamento do colunista, que em seu texto escreveu que está torcendo “para que o quadro se agrave e ele morra. Nada pessoal”. De acordo com ele, “a morte do presidente torna-se filosoficamente defensável, se estivermos seguros de que acarretará um número maior de vidas preservadas”.

A deputada federal Carla Zambelli foi uma das que criticou o posicionamento do colunista da Folha. Ela, no entanto, disse que pretende continuar defendo a liberdade de expressão.

– Podem exercer a liberdade de expressão de vocês. A defendemos até quando é utilizada para desejar a morte de alguém que amamos. Enquanto isso, a maioria da população está orando por nosso presidente Jair Bolsonaro – escreveu.

Outro que se manifestou foi o jornalista Rodrigo Constantino, que criticou o “ódio do bem” da esquerda.

– O “ódio do bem”. A esquerda e seu salvo-conduto para barbaridades – ressaltou.

O empresário Luciano Hang, dono da Havan, também manifestou sua opinião.

– Tem cabimento um negócio desses? É inacreditável onde chegam as pessoas – apontou.

O deputado federal Helio Lopes também criticou o posicionamento do colunista.

– Chegou o momento e a oportunidade dos críticos que andam sempre reclamando das falas democráticas do presidente e dos seus apoiadores se manifestaram agora. Caso ao contrário, a população brasileira vai achar que são do time dos Acuse-os do que você faz, chame-os do que você é – apontou.

Siga-nos no Twitter

Este é o Painel DN

O Painel DN é um veículo jornalístico conservador, com a missão de levar ao leitor notícias diárias, análises e comentários sobre os fatos mais relevantes relacionados a assuntos políticos, econômicos, internacionais, sociais e culturais. O jornalismo do Painel DN entende que a transmissão e relato fidedigno dos fatos constituí a missão mais importante da atividade jornalística, já que a opinião pública em qualquer democracia se forma justamente através das notícias.

Newsletter Gratuita

Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita e receba em primeira mão as notícias mais importantes.

Veja nossas  Políticas de Privacidade

Matérias Relacionadas