A maior derrota de Lula!

O desastre petista de não eleger prefeito em nenhuma capital do Brasil pela 1ª vez desde 1985.

O desastre petista de não eleger prefeito em nenhuma capital do Brasil pela 1ª  vez desde 1985

A cada dia que passa o ex-presidente condenado, Lula, tem novas derrotas porém nenhuma se compara a esse domingo. Pela primeira vez na sua história, o PT não terá prefeito em nenhuma das capitais. Com a derrota de Marília Arraes no Recife e João Coser em Vitória neste domingo (29) , o Partido dos Trabalhadores termina as eleições 2020 sem comandar, desde 1985, uma capital do país.

A primeira vitória do PT em uma capital, na história, foi em Fortaleza (CE), com Maria Luiza Fontenele, em 1985. De lá até as eleições de 2016, sempre teve representantes nos poderes municipais – aquele ano havia sido o pior pleito do PT na conquista de prefeituras.

A sigla do ex-presidente Lula passa por uma crise desde a Operação Lava Jato e o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, em 2016.

EM CACOS Derrota petista desmoraliza Lula e mostra nova tendência de votos no eleitorado da esquerda.

Em Vitória, Coser foi derrotado pelo bolsonarista Lorenzo Pazolini (Republicanos) por 58,50% a 41,40%. Já Marília perdeu para o primo João Campos, que pertence ao PSB, outro partido identificado com a esquerda. Campos teve 56,01% dos votos, contra 43,99% da petista. O PT fez uma força-tarefa para eleger Marília, com participação direta do ex-presidente Lula na campanha, enquanto Campos obteve apoio de partidos de centro-direita no segundo turno.

A verdade é que desde a eleição do próprio Boulos em São Paulo, quando o mesmo contou com o apoio do petista Lula, sua popularidade derreteu. Já esta cada dia mais difícil para ex-presidente condenado conseguir empolgar nas eleições.

Tendo que dividir o protagonismo

Que o ego inflamado de Lula sempre foi um defeito não é novidade, mas após suas derrotas nessa eleição para o PDT, PSB, PSOL e PCdoB (Movimento 65) o antigo líder da esquerda está tendo que compartilhar o protagonismo e sair de cena.

BATENDO AS ASAS Novas lideranças de esquerda já veem Lula como um fardo nas eleições.

O que para Lula parece o fim, sendo que o mesmo atrapalhou a candidatura de Ciro Gomes mais de uma vez com medo do mesmo tomar a frente da esquerda para si.

Até os costumeiros seguidores fiéis como Boulos, Haddad, Manuela, Freixo e boa parte da esquerda ‘moderninha’ já estão achando pesado uma candidatura quando se tem Lula envolvido.

Newsletter

Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita e receba em primeira mão as notícias mais importantes.

Veja nossas  Políticas de Privacidade

Publicidade

Publicidade

Matérias Relacionadas